Pular para o conteúdo

Jornalista da BBC é morto no Afeganistão

Compartilhe:

O jornalista Ahmad Shah, de 29 anos, foi executado nesta segunda-feira (30) no Afeganistão, informou a BBC. Ele trabalhava para a rede pública de notícias do Reino Unido há quase dois anos, e já estava consolidado no meio jornalistico do país. Shah morreu em um ataque na província de Khost (cidade no leste do Afeganistão). Segundo a CNN, ele foi morto a tiros quando voltava para casa. Os suspeitos ainda não foram identificados.

O caso ocorreu cerca de duas horas depois que outros seis jornalistas locais, entre eles morreram durante um ataque duplo acontecido em Cabul, esse caso deixou no minimo 25 mortos. De acordo com forças de segurança, o segundo homem-bomba estava disfarçado de repórter e teria esperado os jornalistas se reunirem para explodir. O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a autoria deste ataque.

Em depoimento, o diretor se pronunciou sobre o acontecimento com Shah,e lamentou pela situação e pela onda de ódio e intolerância:

“Ele trabalhava para a BBC Afeganistão havia pouco mais de um ano e já tinha se estabelecido como um jornalista muito competente, que também era um membro respeitado e popular da equipe”