Pular para o conteúdo

Suspeito de ter matado sua companheira é preso ao tentar se jogar de ponte

Compartilhe:

Um homem suspeito de ter matado sua companheira foi pego por policiais rodoviários ao tentar se atirar de uma ponte no recôncavo baiano, o fato o ocorreu no domingo (11) na cidade de Cachoeira, situada às margens do Rio Paraguaçu.

O suspeito, que não teve sua identidade revelada, foi preso no KM 200 da BR-101, em Cachoeira, na manhã de domingo, ele é o principal suspeito de ter matado sua companheira a facadas na madrugada.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o homem foi encontrado quando tentava se jogar de uma ponte no rio Paraguaçu.

De acordo com a PRF, eles avistaram o homem tentando se jogar da ponte e pararam para perguntar o que estava acontecendo, de início o homem relatou que seu carro havia sofrido uma pane, momentos depois ele ameaçou se jogar da ponte. Nesse momento a Polícia Rodoviária Federal tentou negociar com ele para fazê-lo mudar de ideia. Foi aí que a PRF foi informada por uma equipe da PM que o homem era suspeito de ter matado sua companheira em Cruz das Almas, uma outra cidade do recôncavo baiano.

Segundo o que foi informado pelos policiais militares, o suspeito teria agredido a companheira a facadas na madrugada, a mulher não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Os policiais rodoviários conseguiram impedir que o homem se jogasse e retiraram ele com segurança da ponte, em seguida ele foi levado para a Delegacia de Cruz das Almas, lá será investigado o crime.

 

Onda de violência em Cachoeira

A cidade de Cachoeira tem vivido uma onda de violência nos últimos anos, tanto no âmbito familiar quanto fora dele, um caso

Segundo o Atlas da Violência, que é um levantamento feito pelo IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, entre os anos de 2005 e de 2015 o número de mortes violentas na cidade de Cachoeira, que possui cerca de 32 mil habitantes, agora é de quatro vezes mais do que antes. Um delegado de Cachoeira comentou no ano passado que a violência doméstica tem crescido bastante no estado da Bahia.

E os moradores da cidade de Cachoeira possuem cada vez menos sensação de segurança, tanto dentro de sua casa como fora dela, pois, além da violência doméstica, os traficantes também rondam a cidade, como foi o caso da morte da idosa Francisca Amorim Nogueira, 61 anos, morta durante uma suposta briga de traficantes na localidade.

Foto: Divulgação/PRF