Pular para o conteúdo

Dono da Amazon, Jeff Bezos, supera fortuna de Bill Gates

Compartilhe:

De acordo com lista divulgada pela Bloomberg, o dono da Amazon, Jeff Bezos, atingiu uma marca jamais alcançada por Bill Gates em fortuna e é a pessoa mais rica de todos os tempos, considera-se que ele tem mais dinheiro do que muitos países, superando o PIB da Islândia, Tunísia, a Jamaica e a Estónia juntas.

Segundo a Bloomberg, que mede o índice de bilionários, a fortuna de Jeff Bezos atingiu a marca de US$ 105,1 bilhões nesta segunda-feira (8). As ações da Amazon tiveram um aumento de 57% nos últimos 12 meses, sendo que somente neste ano de 2018 as ações da empresa subiram cerca de 6%.

Ao alcançar essa marca em sua fortuna, Jeff Bezos deixou muitas empresas grandes do setor de inovações tecnológicas para trás, como a Apple e Alphabet. O dono da Amazon ainda tem planos de expandir seu negócio para outros países, com a abertura de mais lojas físicas, coisa que já aconteceu antes quando a Amazon comprou a rede de supermercados Whole Foods e atraiu a atenção dos investidores.

O pico mais alto que o bilionário Bill Gates conseguiu alcançar foi de US$ 100 bilhões no ano de 1999, logo, isso faz com que Jeff Bezos tenha alcançado um pico jamais alcançado antes pelo fundador da Microsoft em sua fortuna.

As ações da Amazon tiveram uma valorização de 24% na Bolsa de Valores, isso desde que a Forbes divulgou uma lista das pessoas mais ricas do mundo no ano passado, o que, segundo a Forbes, resultou num ganho de US$ 17 milhões para o dono da Amazon.

Jeff Bezos também possui outras empresas, como é o caso da Washington Post da Blue Origin (empresa de viagens espaciais).

 

Gates poderia ser ainda o mais rico que Jeff?

Atualmente, Bill Gates possui uma fortuna de valor estimado de US$ 93,3 bilhões, abaixo dele está o investidor e Diretor executivo da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, que possui US$ 87,2 bilhões.

A Bloomberg relatou que Bill Gates seria ainda o mais rico de todos os tempos, se não tivesse doado parte de seus ativos (mais de US$ 150 bilhões) para instituições de caridade como a fundação Bill & Melinda Gates. Desde o ano de 1996 que Gates vem fazendo doações, ao longo desses anos ele já cedeu quase 700 milhões das ações da Microsoft e US$ 2,9 bilhões em dinheiro e outros ativos.