Chip implantado em funcionários: tecnologia virá ao Brasil em breve!

  • Por Redação Informatizando
  • 04/10/2017

O chip é do tamanho de um grão de arroz e irá permitir abrir as portas, fazer login em computadores e até comprar comida. É como o chip que existe nos cartões de crédito.

Desenvolvido pela empresa de tecnologia Three Square Market, o chip é aplicado com seringa sob a pele entre os dedos polegar e indicador. E mesmo que a maioria das pessoas em todo o mundo sinta receio em usar esse chip na mão, mais da metade dos funcionários dessa companhia norte-americana já o utilizam, ao que parece, eles não tem preocupação quanto ao seu uso, segundo a relatado pelo vice-presidente de desenvolvimento internacional Tony Danna à BBC, dos 85 funcionários da sede, 50 já adotaram o uso do chip.

Uma grande polemica mundial

Logo quando foi anunciado o lançamento do chip pela Three Square Market e que ele seria implantado em seus funcionários, houve um abalo mundial sobre o assunto, as redes sociais se encheram de pessoas comentando sobre isso, foram vídeos falando sobre o tema, entre outras coisas. E agora ele está preste a vir para o Brasil.

De acordo com o presidente dessa companhia norte-americana, Patrick McMullan, a tecnologia está sendo muito requisitada por aqui e, quanto à sua chega ao nosso país, é possível que num futuro muito próximo ela já esteja por aqui.

De acordo com o presidente da Three Square Market, essa tecnologia trará muitas vantagens para funcionários e chefes. É dito que ele próprio possui um chip implantado em uma de suas mãos, ao que parece, ele está apostando tudo nessa nova tecnologia.

 

 

O objetivo da Three Square Market com o chip era apenas fazer a integração dele com os sistemas de pagamento da empresa, nessa época a empresa trabalhava com a fabricação de quiosques de atendimento automático para supermercados, mas, como muitas coisas na vida, o projeto mudou de direção.

Conforme o projeto, que foi uma parceria com uma empresa sueca, se desenrolava, novas funcionalidades foram implementadas aos chip, como a capacidade de abrir portas, por exemplo.

McMullan, que possui um chip em sua mão, relata que ao entrar no prédio da empresa, basta passar a mão para se digitalizada e o chip registra a entrada dele na empresa, em seguida sua canção favorita começa a tocar no Airplay.

As vantagens para a empresa são que a segurança será reforçada, tendo as informações seguras. Para os funcionários, a praticidade e a segurança também de não ter sua identificação roubada, em resumo, tudo se traduz em mais segurança e simplicidade para todos que estão na empresa.

 

A Three Square Market afirma que vem recebendo contato de empresas de vários cantos do mundo, interestados na sua tecnologia, e entre eles está o Brasil. Ao que disse Patrick McMullan, o nosso país é um mercado promissor para essa tecnologia.

McMullan já está negociando com empresas do Brasil, fazendo também o envio de material explicativo, mostrando como o chip funciona e ele tem plena certeza de que, em breve, fechará contrato com, pelos menos, um deles.

“Somente nesta semana, nós recebemos muitas requisições do Brasil. Conversamos bastante com as empresas e, possivelmente, alguém da empresa estará indo até lá para uma reunião com esses potenciais clientes e apresentar a solução que nós estamos trabalhando”, relatou McMullan.