Lençóis maranhenses – Cenário deslumbrante do nordeste Brasileiro

  • Por Rosangela Cafasso
  • 11/09/2017

Visto de cima, as dunas parecem se espalhar ao vento para secar roupa. Na verdade, este lugar é chamado de Lençóis Maranhenses “as folhas de Maranhão,” o estado do Noroeste do Brasil.

É um deserto mágico, uma extensão de ondas de areia branca, peixes prateados nadam nas piscinas azuis e verdes que se formam com as chuvas.

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é uma vasta extensão (155 mil hectares) de dunas brancas, lagos móveis, rios e oásis de manguezais.

O vento e outros agentes atmosféricos movem as dunas em constante mudança de território.

As piscinas são alimentadas por chuvas contínuas (anomalia para um “deserto”).

A região era desconhecida, sendo descoberta há apenas trinta anos. A areia é trazida da costa por rios e pelo vento forte do oceano, cria as dunas, entre as quais armazenam a água da chuva abundante criando os lagos.

Os maiores lagos e frequentados por turistas são a Lagoa Azul e Lagoa Bonita, com águas cristalinas belas.

As praias Ponta do Mangue, Moitas, Vassouras, Morro do Boi e Barra do Tatu podem ser alcançadas a partir da cidade colonial de Barreirinhas, verdadeiro ponto de acesso aos Lençóis, dispondo de ônibus ou avião ultraleve a partir da cidade de São Luiz.

Outras pequenas aldeias turísticas (habitadas originalmente pelos próprios pescadores) são Caburé, Atins, Vassouras e Mandacaru, rodeadas pela natureza e incrivelmente coloridas.

Créditos: Vamos/LATAM: Um passeio pelos Lençóis Maranhenses, Brasil

Apesar de contar com alojamento turístico limitado, não é difícil encontrar passeios de ônibus que partem de Fortaleza de São Luiz, onde há um aeroporto internacional.

Normalmente os passeios proporcionam uma paragem intermediária na esplêndida Jericoacoara e com voos domésticos, geralmente o retornando a Fortaleza de São Luís.

Retornando a São Luiz no Maranhão, você encontrará a arquitetura da cidade velha em estilo colonial (Patrimônio Mundial da UNESCO), no predominância portuguesa pelos seus azulejos tradicionais, contando com mais de 3.500 edifícios históricos.

A culinária maranhense é caracterizada por influências indígenas, africanas e europeias, oferecendo pratos à base de peixe, carne de sol, arroz de cuxá (um risoto especial com camarão) e macaxeira.

Esse caldeirão de sabores e tradições irá fasciná-lo, considerando que os Lençóis Maranhenses estão em uma das regiões mais belas do Brasil.

Clique aqui e veja outras maravilhas do Brasil