Transição capilar: agora os cachos estão em alta

  • Por Rosangela Cafasso
  • 09/09/2017

Para você que nasceu com cachos, formas arredondadas ou mesmo um belo afro-texturizado, nunca houve um momento melhor do que agora para usá-lo natural e orgulhoso.

Finalmente, após anos sob o trabalho árduo do uso da “chapinha” e longos tratamentos químicos de alisamento, muitas mulheres se cansaram deste desgaste e resolveram assumir de vez a beleza natural.

No YouTube iniciaram os primeiros vídeos de mulheres pregando uma nova tendência, a “transição capilar”, mostrando o abandono gradativo das madeixas danificadas pelos tratamentos com produtos químicos e a altas temperaturas da “chapinha”, para assim assumir a beleza dos cachos.

A transição capilar volta para suas raízes naturais, mas não será um processo.

Revitalizar os cachos com os quais você nasceu deverá de dedicar mais tempo para cuidar do seu cabelo. O cabelo natural requer mais atenção e precisa de muita paciência em lavar, trançar, hidratar e desenhar suas raízes.

A transição capilar é o caminho a seguir se você não quer sacrificar o comprimento do seu cabelo e ficar natural ao mesmo tempo.

Você pode acelerar e voltar para o cabelo natural a uma taxa com a qual você se sente confortável, podendo incluir no processo, texturizadores, tratamentos de queratina e tinturas permanentes.

Mas, se você tem endireitado seus cabelos com chapinha por anos ou usando produtos químicos para alterar sua textura de cabelo natural, seus cachos provavelmente não serão exatamente como você deseja que eles sejam imediatamente, demorará um pouco mais de tempo para você se livrar das partes que persistem com os danos causados pelo alisamento, podendo ser necessário solicitar ao cabelereiro um corte gradativo das madeixas.

Espere ver uma perda de comprimento em seu estilo porque os cabelos cacheados ou ondulados são naturalmente mais curtos

Os cabelos encaracolados são naturalmente mais secos do que os cabelos retos e tratados quimicamente, porque é mais fácil para os óleos segregados de seu couro cabeludo viajar para baixo do eixo de uma linha reta em comparação com um cacheado.

Você deve se lembrar de trabalhar com o cabelo, não contra ele. Suas opções são infinitas, então não tenha medo de tentar fazer tranças, papelotes, bobs, ou mesmo, enrolar pelos dedos, crie seu estilo e arrase.

Clique aqui e veja mais sobre beleza feminina